Marcela Rodrigues

Marcela Rodrigues

MARCELA RODRIGUES é diretora de teatro, cineasta e escritora. Bacharel em Cinema pela Universidade Estácio de Sá.

Cursou Direção, Roteiro e Edição no Centro de Audiovisual Nós do Cinema.

Cursou 11 anos de Belas Artes, se especializando em aquarela e pintura à óleo.

É Diretora e dramaturga da Troupp Pas D'argent desde 2006, Companhia na qual dirigiu e escreveu os espetáculos “Cidade das Donzelas” (2008), “Holoclownsto” (2011) escrito juntamente com Natalíe Rodrigues, “Morro da Ópera” (2014), e “Lavagem” (2016).

Na televisão trabalhou no programa “Quando Éramos Virgens” da GNT - Globosat.

Atualmente assina o roteiro e direção do longa-metragem "Mulheres Bambas", dirigido juntamente com Sandro Arieta. O Documentário tem estréia prevista para 2018.

Assina a direção e a edição do Documentário “Identidade”, sobre a exposição fotográfica de mesmo nome, que mostra ícones populares representados por pessoas negras.

Dirigiu diversos curtas metragens, dentre eles destacam-se “Chão” (2005), “Relatividade” (2014), o aclamado documentário “Odin” (2005) convidado para Seleção Oficial da Mostra Novos Olhares Petrobras, o filme "À Caminho" (2006) convidado para a Seleção Oficial do Festival de Cinema de Manaus / Amazônia e Festival Internacional de Cinema INDIE LISBOA Portugal.

Desde 2008, realiza diversos trabalhos de direção de atores no cinema e no teatro, e ministra oficinas de teatro para Companhias de teatro, atores profissionais e estudantes da arte no Chile, Itália, Inglaterra e em diversas cidades do Brasil como: Florianópolis (SC), Rio de Janeiro (RJ), Cachoeiro de Itapemirim (ES), Barueri (SP), Fortaleza (CE),

Realizou a direção de movimento do espetáculo “BOQUINHA, E Assim Surgiu o Mundo…” de Lázaro Ramos.

Estudou com nomes importantes do cinema brasileiro com Fernando Meireles, Katia Lund, André Horta, Evandro Teixeira, Felícia Krumholz, Lúcia Murat, Roberto Berliner e participou de intercâmbios com os professores de roteiro da Universidade de Cinema de New York.

Recentemente fez a adaptação para teatro, do livro infantil "Zo o quê? O menino do nome diferente", de Katarina Monteiro.

E atualmente assina a direção do quinto espetáculo da Troupp, em fase de pré-produção.


Pedro Henrique